segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Zvyagintsev.

Não o de "Elena", mas o do seu "aclamado filme de estreia", "The Return". Com cuidados entrei na visão deste filme, cheio de medo depois de ter lido qualquer coisa sobre "Tarkovsky" e "misticismos". Não era caso para tanto. Lindinha música ambiental/electrónica. Elipses e mistérios que, curiosamente, não despertam curiosidade nenhuma. Cenas episódicas que só criam ruído visual. O esforço físico dos actores jamais me criou qualquer cansaço; deveria ter ficado moído como eles, e em vez disso continuei com forças para rebentar ao meio dois Putins. Nem tudo é "artistico", seus coriscos. Também há "belíssimas paisagens" e "notáveis interpretações dos actores juvenis."