terça-feira, 4 de setembro de 2012

Russian Ark (a abarrotar de dinheiro gaseificado).


São Petersburgo. Uma cidade, ao que dizem, muito bela, com mar e o mítico Hermitage. Recheada de cultura e com "séculos de história", de czars sanguinários a cãezinhos venezuelanos. E o lamento fascizante no final da obra-prima de Sokurov vai fazendo cada vez menos sentido. Vão rebentar com isto tudo.